Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Bachelet tem vitória esmagadora nas primárias chilenas

Internacional

Eleições no Chile

Bachelet tem vitória esmagadora nas primárias chilenas

por AFP — publicado 01/07/2013 18h05
Ex-presidente socialista deve disputar as eleições gerais de novembro contra o ultraconservador Pablo Longueira
Martin Bernetti / AFP
bachelet.jpg-2207.html

Ex-presidente socialista deve disputar as eleições gerais de novembro contra o ultraconservador Pablo Longueira

SANTIAGO (AFP) - A ex-presidente socialista Michelle Bachelet conquistou neste domingo 30 a indicação da oposição às eleições gerais de novembro no Chile, com 73,05% dos votos, enquanto no oficialismo a vitória ficou com o ultraconservador Pablo Longueira, em inéditas eleiçõs primárias.

Bachelet venceu com 73,05%, superando com facilidade o independente Andrés Velasco, que ficou com 13% dos votos.

No oficialismo, o ex-ministro da Economia Pablo Longueira, defensor do regime de Pinochet, surpreendeu e recebeu 51,37%, superando o moderado Andrés Allamand (48,62%), após a apuração de 99,9% das urnas, segundo dados oficiais do Serviço Eleitoral chileno.

A alta porcentagem de apoio recebido pela ex-presidente, juntamente com uma participação que foi o dobro da esperada, aumentam as chances de que Bachelet vença no primeiro turno em 17 de novembro, o que não acontece há duas décadas no Chile, segundo analistas.

As eleições primárias foram promovidas pelo governo de Sebastián Piñera, em uma tentativa de "democratizar" o sistema político - pouco representativo, e que consolidou o bipartidarismo -, baseado em um sistema eleitoral confeccionado durante a ditadura.

Leia mais em AFP Movel.

registrado em: