Você está aqui: Página Inicial / Internacional / América é a região mais violenta do planeta, diz relatório da ONU

Internacional

Violência

América é a região mais violenta do planeta, diz relatório da ONU

por Renan Truffi publicado 10/04/2014 16h53, última modificação 10/04/2014 16h56
Aproximadamente 36% de todos os homicídios registrados no mundo em 2012 aconteceram no continente
Libertinus/Flickr
violência

Aproximadamente 36% de todos os homicídios registrados no planeta em 2012 aconteceram na América

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime apresentou nesta quinta-feira 10 um levantamento sobre as taxas de homicídio ocorridas no planeta em 2012. Com base nos números fornecidos por 219 países, o relatório conclui que as Américas são as regiões mais violentas do planeta. De todos os homicídios do relatório (473 mil), mais de um terço (36%) foi registrado na América Norte, Central ou Sul.

O índice de assassinatos nas Américas supera o da África e Ásia, que registraram no mesmo período, respectivamente, 31% e 28%.  Na outra ponta estão Europa (5%) e Oceania (0,3%), que têm os menores índices de homicídio no nível regional. A liderança das Américas e da África neste quesito é, principalmente, em razão das taxas de homicídio registradas na América Central e no sul do continente africano. Para ser ter uma ideia, enquanto a taxa de homicídios global é de 6,2 por 100 mil habitantes, essas duas regiões têm quatro vezes mais assassinatos.

Com isso, a conclusão do relatório é que quase 750 milhões de pessoas vivem em países com as maiores taxas de homicídio do mundo. Isso significa que quase metade de todos os homicídios ocorre em países que concentram apenas 11% da população mundial. Em contraste, três bilhões de pessoas vivem em países da Europa, Ásia e Oceania, onde as taxas de homicídios são relativamente baixas.

Uma das explicações para o alto índice de homicídios nas regiões centrais da América é a existência de gangues e grupos criminosos que, segundo o levantamento da ONU, são responsáveis por 30% de todos os assassinatos no continente.

Brasil. Das 30 cidades mais violentas do planeta, 11 são brasileiras, de acordo com um cruzamento pelo jornal O Globo com base em um documento no relatório. Segundo a publicação, Maceió é a quinta cidade do mundo com mais homicídios por cada 100 mil habitantes. Além da capital alagoana, Fortaleza aparece na sétima posição e João Pessoa na nona colocação. Natal (12ª posição); Salvador (13ª); Vitória (14ª); São Luís (15ª); Belém (23ª); Campina Grande (25ª); Goiânia (28ª); e Cuiabá (29ª) também estão na lista.

Ainda sobre o Brasil, o relatório da ONU pontua sobre a diferença de taxas de homicídio por regiões. Enquanto estados como Rio de Janeiro e São Paulo têm registrado diminuição do número de assassinatos, outros estados no Norte e Nordeste tiveram aumento da taxa. “A taxa de homicídio aumentou quase 150% na Paraíba e em parte da Bahia”, diz o relatório.

O levantamento destaca também as Unidades de Polícia Pacificadora (UPP), no Rio de Janeiro. De acordo com o relatório, o “inovador” programa tem conquistado “avanços significativos”.

“Em novembro de 2013, 34 unidades estavam em operação em 226 comunidades, beneficiando mais de 1,5 milhões de pessoas. Funcionários da UPP recebem formação especializada e formação, nomeadamente em matéria de direitos humanos e técnicas de policiamento moderno, com o objetivo de tomar o controle de volta das gangues e promover segurança a longo prazo. Os dados oficiais atestam uma redução nas taxas de homicídio, bem como as taxas de roubo”, afirma o texto.

registrado em: , , ,