Você está aqui: Página Inicial / Economia / Mandamentos e atitudes para manter o sucesso profissional

Economia

Opinião

Mandamentos e atitudes para manter o sucesso profissional

por Alfredo Assumpção publicado 28/11/2014 05h28
Nos tempos atuais, o lucro deve ser perseguido eticamente e a cidadania corporativa precisa ser praticada

1. Conheça sua empresa: estude a instituição identificando com clareza sua cultura organizacional. Cada cultura organizacional requer um Capital Humano com cultura idêntica. Lembra-se daquela história do “Homem Certo no Lugar Certo”? É isso mesmo.

2. Conheça seu negócio: conheça o negócio e o mercado competidor, detalhando produtos e serviços, gerindo seu negócio apoiado em know how técnico (profundidade) e gerencial (amplitude).

3. Tenha disciplina gerencial: trabalhe estabelecendo objetivos, com foco em prioridades, delegando e acompanhando funcionários, visando atingir altos níveis de performance no curto, médio e longo prazos.

4. Tenha visão estratégica: direcione com precisão, antecipando oportunidades e ameaças externas, visando construir capacitação para o futuro. Ajuste percursos (variáveis exógenas afetando o negócio).

5. Seja um líder de pessoas: aprenda a atrair, reter e motivar talentos altamente capacitados, avaliando pontos fortes e fracos das pessoas. Antecipe problemas, comunicando direcionamento e construindo envolvimento com o negócio. Crie espírito de vencedor em você e na sua equipe.

6. Relacione-se com pessoas em todos os níveis: lide com efetividade (eficiência – faz rápido, mas com erros = retrabalho; eficácia – faz rápido, sem erros, mas não gosta do que faz; efetividade – faz rápido, sem erros e gosta do que faz = o melhor dos mundos) com pares, subordinados, superiores, clientes, fornecedores e público em geral (interno/externo), flutuando do flexível ao firme, dependendo das circunstâncias, mas sempre gostando do que faz.

7. Trabalhe em equipe: trabalhe efetivamente (gostando do que faz e do ambiente) como membro e/ou líder de um time, mantendo relacionamento de alto nível com todos na organização, integrando seus esforços ao das pessoas para que todos consigam sucesso.

8. Seja criativo e adaptativo: identifique problemas afetando o negócio e implemente soluções originais e práticas para acertos, disponibilizando extensa gama de recursos para solução de problemas de qualquer natureza.

9. Faça lucro eticamente: lidere para lucrar de forma ética. “Em nome da sobrevivência das empresas vale qualquer coisa” não mais se aplica. Há que se fazer lucro de forma ética, respeitando leis, culturas diferenciadas e pessoas.

10. Seja global: opere “confortavelmente” em qualquer ambiente mundial, sabendo valer-se de excelente background (acadêmico, linguístico, conceitual e pessoal) adquirido em bancos de escola e/ou na interação com pessoas “apátridas” e multidisciplinares, também globais.

11. Seja um “ser” tecnológico: opere com desenvoltura com tecnologia de ponta, mantendo-se 24h ligado ao business local e global.

12. Tenha a formação acadêmica/conceitual adequada: consiga um MBA no mínimo. No futuro já serão demandados naturalmente PhDs. Em que? Física, química, matemática, ciência da computação, telecomunicações, biologia e/ou qualquer outra cadeira. A soma de conhecimentos de talentos diferenciados em uma empresa/área/país é que definirá o grau de competência de toda a empresa/área/país e, em contrapartida, do líder da empresa/área/país. Não existirão mais pré-requisitos estanques para posições gerenciais. “A soma de conhecimentos distintos gerará o melhor produto”.

13. Pratique amor, cidadania corporativa e qualidade de vida: aprenda a balancear trabalho, capital, família, qualidade de vida, responsabilidade empresarial e social. Respeite e valorize meio ambiente. Pratique cidadania corporativa. Ame sua profissão. Ajude a construir um melhor planeta, repleto de felicidade.