Você está aqui: Página Inicial / Economia / Lucro do Banco do Brasil cresce 11,2% e soma 2,9 bi

Economia

Economia

Lucro do Banco do Brasil cresce 11,2% e soma 2,9 bi

por Brasil Econômico — publicado 03/11/2011 10h17, última modificação 03/11/2011 10h17
O Banco do Brasil obteve lucro líquido de R$ 2,918 bilhões no terceiro trimestre, um crescimento de 11,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

O Banco do Brasil (BB) obteve lucro líquido de R$ 2,918 bilhões no terceiro trimestre, um crescimento de 11,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

Contudo, excluindo efeitos não recorrentes, o lucro do banco recuou 0,2%, para R$ 2,573 bilhões. O resultado líquido foi afetado por uma receita de R$ 386 milhões em créditos tributários.

O resultado entre as receitas e despesas de intermediação financeira (margem bruta), cresceu 7% na mesma base de comparação, para R$ 10,7 bilhões.

L. G. Belluzzo: Por que os economistas da mídia defendem um sistema falido?
Delfim Netto: O estrago que o desemprego europeu causou
Consumo da classe D passará o da classe B em 2012

A carteira de crédito do BB atingiu R$ 441,579 bilhões, crescimento de 4,5% no trimestre e de 21% em 12 meses. O crédito às pessoas físicas somou R$ 125,8 bilhões, expansão de 17,1% em 12 meses, com destaque para os empréstimos imobiliários, que cresceram 20%.

Por sua vez, o crédito às empresas avançou 21,6%, para R$ 199,1 bilhões. No trimestre, os clientes do banco somaram 55,6 milhões de pessoas.

As despesas com provisões para perdas com crédito aumentaram 23,5% no terceiro trimestre, para R$ 3,3 bilhões. Já os gastos com pessoal cresceram 9,3%, para R$ 3,5 bilhões.

O Banco do Brasil alcançou R$ 949,8 bilhões em ativos totais, crescimento de 19,2% em relação a setembro de 2010 e de 5% sobre junho deste ano.
No acumulado do ano, o lucro líquido do BB soma R$ 9,2 bilhões, alta de 19,6% sobre igual período do ano passado.