Você está aqui: Página Inicial / Economia / Inspetores avaliam banco do Vaticano

Economia

Economia

Inspetores avaliam banco do Vaticano

por AFP — publicado 27/11/2011 09h04, última modificação 06/06/2015 18h57
Grupo integrado por especialistas e policiais de cinco países luta contra a lavagem de dinheiro
vaticano

Vaticano luta contra a corrupcao

CIDADE DO VATICANO, Santa Sé (AFP) - Inspetores do Conselho Europeu visitaram o Vaticano nesta semana com o objetivo de avaliar os planos deste Estado soberano para fortalecer as regras contra a lavagem de dinheiro, anunciou o Vaticano neste sábado.

O grupo do comitê Moneyval "se reuniu com representantes das autoridades do Vaticano responsáveis pela questão da prevenção e da luta contra a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo", indicou o Vaticano em um comunicado.

Este grupo, integrado por especialistas legais, financeiros e policiais de cinco países, chegou na segunda-feira e partiu no sábado, de acordo com o texto.

Estes especialistas devem apresentar um informe a respeito durante uma sessão plenária do Moneyval "provavelmente em meados de 2012", disse o Vaticano.

Em dezembro, o papa Bento XVI criou uma nova autoridade financeira depois de uma embaraçosa investigação sobre autoridades do banco do Vaticano pela procuradoria italiana.

O Vaticano também aprovou uma lei em abril que impõe penas de até 12 anos de prisão por lavagem de dinheiro e de 15 anos por financiamento do terrorismo.

Em setembro de 2010, a procuradoria italiana lançou uma investigação sobre o Instituto Vaticano para Obras Religiosas - IOR, o nome oficial do Banco do Vaticano - e bloqueou fundos de 23 milhões de euros (30 milhões de dólares) por suspeitas de lavagem de dinheiro.

O Vaticano também foi excluído de uma "lista branca" internacional dos países que obedecem a rígidos controles financeiros. A nova autoridade financeira está destinada a conseguir fazer com que a Santa Sé cumpra com as novas normas internacionais.