Você está aqui: Página Inicial / Economia / Atividade econômica perde ritmo, mas cresce 0,89% no segundo trimestre

Economia

Expansão

Atividade econômica perde ritmo, mas cresce 0,89% no segundo trimestre

por Agência Brasil publicado 15/08/2013 10h50
Na comparação entre o segundo trimestre deste ano com igual período de 2012, a expansão ficou em 3,97%, segundos os dados revisados e sem ajustes sazonais
Roosewelt Pinheiro / Abr
grãos

O índice incorpora atividade dos setores da indústria, comércio e serviços e agropecuária

A atividade econômica apresentou crescimento de 0,89% no segundo trimestre, em relação ao três primeiros meses deste ano. É o que mostra o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período), divulgado nesta quinta-feira 15. A atividade econômica perdeu ritmo de crescimento, uma vez que no primeiro trimestre deste ano comparado com o quarto de 2012, a expansão ficou em 1,10% de acordo com os dados revisados.

Na comparação entre o segundo trimestre deste ano com igual período de 2012, a expansão ficou em 3,97%, segundos os dados revisados e sem ajustes sazonais. No ano, a expansão do IBC-Br ficou em 2,90% e em 12 meses encerrados em junho, em 1,94%.

Em junho, comparado com o mês anterior, a expansão ficou em 1,13% (dado ajustado para o período). Na comparação entre junho e o mesmo mês de 2012, houve expansão de 2,35% (sem ajustes).

O IBC-Br é uma forma de avaliar e antecipar a evolução da economia brasileira. O índice incorpora informações sobre o nível da atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária.

O acompanhamento do indicador é considerado importante pelo BC para que haja maior compreensão da atividade econômica, além de ajudar na tomada de decisão sobre a taxa básica de juros, a Selic.

*Publicado originalmente na Agência Brasil

registrado em: ,