Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Por causa da mulher

Cultura

Música

Por causa da mulher

por Pedro Alexandre Sanches — publicado 03/12/2010 10h00, última modificação 10/12/2010 15h28
Discos de John Lennon são reeditados 30 anos após sua morte, mas falta destacar a presença de Yoko Ono no trabalho do artista pós-Beatles
img_4

Em um bed-in, os recém-casados pedem aquela paz

Discos de John Lennon são reeditados 30 anos após sua morte, mas falta destacar a presença de Yoko Ono no trabalho do artista pós-Beatles

Ela era uma bruxa. Ele era um menino que vivia sob a guarda da bruxa. O menino era um dos homens mais famosos do mundo. A bruxa era apenas uma bruxa. O mínimo que a bruxa fez para desmoralizar toda a humanidade foi separar o menino de outros três meninos que formavam com ele um conjunto chamado The Beatles. A fábula do intenso casal formado por John Lennon (1940-1980) e Yoko Ono (hoje, com 77 anos) foi contada inúmeras vezes com essa entonação, e a brincadeira de mocinho e bandida não tem hora para acabar.

No ano em que John faria 70 anos, a filial brasileira da gravadora EMI o  homenageia pela enésima vez com uma reedição especial da coleção completa de canções criadas pelo artista entre a separação dos Beatles, em 1970, e seu assassinato, dez anos depois. Foram oito álbuns, três deles assinados em dupla por John & Yoko (inclusive um póstumo, de 1984). Mas a presença de Yoko neles é apenas um detalhe, a acreditar no modo como a história costuma ser contada.

No mesmo intervalo, a esposa de John concebeu cinco discos por conta  própria (um deles, de 1974, cancelado e só reconstituído e publicado em 1997). O mundo se interessou por eles muito menos do que pelos LPs do marido, e o Brasil menos ainda. Não há nenhum título solo dela em catálogo por aqui.

*Confira este conteúdo na íntegra da edição 626, já nas bancas.