Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Morre crítico de cinema Leon Cakoff

Cultura

1948-2011

Morre crítico de cinema Leon Cakoff

por Redação Carta Capital — publicado 14/10/2011 15h07, última modificação 14/10/2011 16h34
Cakoff, que fundou a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, lutava contra o câncer desde dezembro do ano passado
leon cakoff

Cakoff, que fundou a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, lutava contra o câncer desde dezembro do ano passado

Leon Cakoff, crítico de cinema que fundou a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo em 1977, morreu nesta sexta-feira 14 aos 63 anos. Cakoff lutava contra o câncer desde dezembro do ano passado.

Nascido em Alepo, na Síria, em 1948, Leon Chadarevian chegou ao Brasil com 8 anos de idade. Crítico de cinema, começou a fazer a programação cinematográfica do Masp em 1974. Três anos depois, criou a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo para comemorar os 30 anos do museu. O pseudônimo Cakoff foi adotado em decorrência de problemas com o regine militar brasileiro, devido sua atuação política.

O evento, no entanto, continuou a ser reeditado todos os anos e se tornou independenete da instituição. Cakoff foi fundamental na história do cinema brasileiro ao trazer filmes do circuito alternativo para o país. Foi assim que diretores como Manoel de Oliveira, Abbas Kiarostami e Amos Gitai entraram no rol do entretenimento brasileiro.

Com sua mulher Renata de Almeida, apresentou e dirigiu a Mostra por todos esses anos, imprimindo sua marca no evento. Cakoff teve também algumas incursões como diretor, realizando os filmes “Volte Sempre, Abbas!” e “Natureza Morta”.

No final de 2010, o crítico descobriu um melanoma (câncer de pele), que se espalhou, chegando ao cérebro. O velório será realizado no Museu da Imagem e do Som (MIS). O corpo será cremado no sabado 15 no Memorial Parque Paulista, em Embu das Artes. Cakoff deixa quatro filhos, dois deles de seu primeiro casamento com Vera Lucia Caldas.