Você está aqui: Página Inicial / Cultura / “Assim como um leilão de uma proposta só, a proibição de biografia não autorizada vai virar piada”

Cultura

Procure saber

“Assim como um leilão de uma proposta só, a proibição de biografia não autorizada vai virar piada”

por Piero Locatelli — publicado 28/10/2013 12h13
Em entrevista à CartaCapital, diretor do SESC-SP, Danilo Miranda, disse ser contrário à proibição de biografias não autorizadas
Danilo Miranda

Danilo Miranda, diretor do SESC-SP

O diretor do SESC-SP, Danilo Miranda, disse ser contrário à proibição de biografias não autorizadas. “Assim como um leilão de uma proposta só vira piada, a proibição de biografia não autorizada também vai virar piada no mundo,” disse ele em entrevista à CartaCapital, realizada na mesma semana em que o governo leiloou os campos de Libra. Na ocasião, houve somente uma proposta de um consórcio formado pela Petrobras e outras quatro empresas.

Miranda criticou a proposta da associação Procure Saber, presidido por Paula Lavigne e apoiado por artistas como Caetano Veloso, Chico Buarque e Roberto Carlos. Segundo ele, seria uma “burrice” proibir as biografias não autorizadas.  Danilo disse que não compreendeu porque houve uma reação organizada sobre o assunto. “Ali deve ter uma razão especial que eu não consigo captar. Não sei se eles estão preocupados com as mentiras que podem ser ditas sobre eles, ou com alguma verdade que eles não queiram que sejam ditas.”