Você está aqui: Página Inicial / Blogs / QI / Nirlando Beirão / O feitiço ralo de "Game of Thrones"

Cultura

TV

O feitiço ralo de "Game of Thrones"

por Nirlando Beirão publicado 18/05/2014 06h38, última modificação 19/05/2014 15h23
A quarta temporada da série parece uma obra de Paulo Coelho filmada por trainees da Disney. Por Nirlando Beirão
Divulgação
Game of Thrones

O perseguido Tyrion: Shakespeare, Tolkien ou Paulo Coelho?

A primeira impressão de quem chega a Game of Thrones (HBO2, domingo, às 16 horas, e HBO Signature, segunda-feira, às 23 horas) é de que se trata de um Shakespeare reescrito por Tolkien, ou vice-versa. À medida que a quarta temporada se arrasta, Game of Thrones se revela um Paulo Coelho filmado por trainees da Disney Kids.

A saga de Westeros veste uma fantasia caprichada de clãs brasonados, guerreiros encouraçados e princesas maliciosas, em trama freudiana de punhaladas e traições, sem se acanhar com a súbita irrupção, à moda dos melhores (e dos piores) contos de fadas, de bichos monstruosos e criaturas enfeitiçadas.

O excesso cenográfico da série, o figurino copioso e o décor digno da Broadway acobertam a narrativa pueril que a inspira. O americano George R. R. Martin com certeza gostaria de manusear o caldeirão de bruxarias com a expertise maligna de uma J.K. Rowling, a do Harry Potter (reparem a fixação desses ficcionistas por nomes abreviados). No entanto, nas mãos de R. R. a varinha de condão pesa tanto quanto a espada Excalibur.

É passatempo que, invertendo os papéis, não recomendo aos maiores de idade, sua pretensão adulta se limitando a jogos de alcova (o lema da insinuante Shae é “coma, beba, trepe, viva”) e se traindo na sanguinolência gratuita de liças de espada. O enredo se dilui nele próprio.O diferente – e suas consequências: ódio e preconceito – é representado por Tyrion, o filho anão dos disfuncionais Lannister. Peter Dinklage é um gigante de ator, mas é muito peso para carregar em seus frágeis ombrinhos.

.

Leia aqui a resposta do jornalista Nirlando Beirão aos ataques que recebeu por conta desta crítica.

registrado em: ,