Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Parlatório / Bolsonaro: "Jamais pedirei desculpas a Maria do Rosário"

Política

Congresso

Bolsonaro: "Jamais pedirei desculpas a Maria do Rosário"

por Marcelo Pellegrini — publicado 17/12/2014 18h33, última modificação 18/12/2014 16h47
Em nota, o deputado diz que há uma “farsa-midiática” para desqualificá-lo e encobrir escândalos como a corrupção do governo e o “patético relatório da Comissão da Verdade”
Wilson Dias/ Agência Brasil

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) decidiu defender-se das sucessivas manchetes e protestos contrários a ele por meio de uma "nota à imprensa", cujo título é, em letras maiúsculas, "Jamais pedirei desculpas à (sic) deputada Maria do Rosário". No início do texto, Bolsonaro diz que "nenhuma mulher merece ser estuprada". A frase é seguida e justificada pelo argumento: "Eu tenho mãe, esposa e filha". A nota faz menção à sua declaração, na semana passada, de que só não estupraria a colega da Câmara Federal Maria do Rosário (PT-RS) "porque ela não merece".

Em sua defesa, Bolsonaro lembra que é autor do Projeto de Lei 5398/2013, que aumenta a pena para estupradores e estipula como requisito obrigatório o tratamento químico voluntário para inibição do desejo sexual para presos por estupro que almejem liberdade condicional e redução de pena.

Para ele, a tentativa de enquadrá-lo como estuprador é uma “farsa-midiática” para desqualificá-lo e encobrir escândalos como a  corrupção do governo e a “patética Comissão da Verdade”. Em ocasiões anteriores, Bolsonaro já fez declarações contrárias à Comissão e defendeu a ditadura militar e o uso da tortura.

A nota à imprensa de Bolsonaro é publicada um dia após a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) protocolar uma queixa-crime por injúria e calúnia no Supremo Tribunal Federal contra ele. Em seu perfil oficial no Facebook, o documento já acumula mais de 20 mil compartilhamentos e mais de 70 mil curtidas. Jair Bolsonaro foi o deputado federal mais votado pelo estado do Rio de Janeiro e irá assumir seu terceiro mandato na Câmara Federal.

Por fim, a nota termina dizendo que os movimentos sociais devem procurar outro mastro para hastear suas bandeiras, já que ele, Bolsonaro, já está ocupado “defendendo a bandeira do Brasil.”

Leia abaixo a nota à imprensa de Bolsonaro:

JAMAIS PEDIREI DESCULPAS À DEPUTADA MARIA DO ROSÁRIO

A questão aqui é ideológica e não de gênero. Nunca foi. As mulheres brasileiras não merecem ser estupradas. Nenhuma mulher merece. Eu tenho mãe, esposa e filha. Racionalmente é possível entender minha discussão com a Deputada Maria do Rosário como uma reação à ofensa inicialmente dirigida a mim. E só.

Sou autor do Projeto de Lei 5398/2013, que aumenta a pena para estupradores e propõe tratamento químico voluntário para inibição do desejo sexual como requisito para obtenção de livramento condicional e progressão de regime. Jamais me declarei como estuprador nem fiz qualquer apologia a essa prática. O órgão competente da Câmara dos Deputados, que apurou o episódio à época, em 2003, arquivou o processo por unanimidade de votos.

Meu repúdio à Deputada Maria do Rosário reside em sua postura ao privilegiar bandidos em detrimento de pessoas de bem, no fato de fazer parte de um partido político que se alinha com o que há de pior na concepção socialista-comunista, nessa farsa midiática de tentar me desqualificar por suposições, encobrindo questões mais relevantes como o desvio de dinheiro de empresas para financiamento ilegal de campanhas, na patética “Comissão da Verdade” e no caso “Celso Daniel”, dentre tantos outros escândalos.

Enquanto os meios de comunicação e os oportunistas que ocupam as tribunas do Congresso Nacional, levianamente, “enquadram-me” como estuprador, o povo brasileiro, homens e mulheres, são violentados pela corrupção e pelo projeto de poder dos que me atacam.

Com todo o respeito que as mulheres e os “movimentos” que as defendem possam merecer, peço que usem outro mastro, não a mim, para que possam hastear suas bandeiras, pois já estou ocupado defendendo a bandeira do Brasil.