Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Blog do Orlando Margarido / Horror do Khmer Vermelho é premiado na seção Certain Regard

Cultura

Festival de Cannes

Horror do Khmer Vermelho é premiado na seção Certain Regard

por Orlando Margarido — publicado 25/05/2013 15h41, última modificação 25/05/2013 16h30
L'Image Manquante, filme do cambojano Rithy Panh, usa bonecos de madeira para reconstruir os poucos registros da matança do regime em seu país
Divulgação
limage-manquante.jpg-2880.html

Cena de L'Image Manquante

Cannes -- Havia visto o filme de Rithy Panh na seção Certain Regard mas não tive tempo de postar nada. Ou melhor, queria falar dos dois olhares de infância muito distintos do diretor cambojano e de seu colega chileno Alejandro Jodorowsky, mas ambos muito críticos e ao mesmo tempo sentimentais. Eis que Rithy Panh ganha o premio principal da paralela com L'Image Manquante. E qual é a imagem que falta? O governo do Khmer Vermelho deixou poucos registros de sua matança e escravidão generalizada no país. Panh vai atrás de algumas cenas de arquivo, mas cria um recurso muito bonito para preencher esse vazio. Pequenos bonecos esculpidos em madeira dão vazão as suas recordações, quando ele e sua família foram trabalhar, como todos, nas lavouras de arroz. Trabalho forçado, doloroso. A mãe não aguentou e morreu. O pai já havia sido perseguido pelo exército. Pessoas entregavam membros de sua própria familia. Panh sobreviveu por muito pouco. É um belissimo documentário.

Além de Panh, houve um premio do júri para Omar, do mesmo diretor de Paradise, Hany Abu-Assad, um premio de mise en scene para L'Inconnu du Lac, sobre encontros homossexuais num lago ermo, outro premio de jovens talentos para os atores do filme mexicano La Jaula de Oro, e por fim um premio do future para Fruitvale Station, de Ryan Coogler.

registrado em: