Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Blog do Orlando Margarido / Agora sim, o realismo não fantástico

Política

Berlinale

Agora sim, o realismo não fantástico

por Orlando Margarido — publicado 14/02/2014 17h08
Macondo só leva no nome o encanto e fantasia de García Márquez

Berlim -- Estava intrigado desde o início da competição com o título, um dos últimos no calendário, do filme tchecheno em co-produção com a Áustria e Alemanha. Num dos posts anteriores coloquei na chamada a referência ao realismo fantástico para lembrar a obra de Gabriel García Márquez, mas na empolgação de falar de Yamada esqueci de comentar o filme. Vocês sabem, Macondo é o vilarejo criado por ele em Cem Anos de Solidão para relembrar sua infância no interior da Colômbia. Mas no filme da diretora Sudabeh Mortezai o nome apenas serve como apelido ao conjunto habitacional popular na periferia da capital Viena que acolhe imigrantes da Tchechênia e Somália. Mas assim como Márquez recorda sua infância, aqui é um menino que lidera a história e o olhar do que se passa em volta. É mais um protagonista de pouca idade que a Berlinale traz, entre tantos outros. Ele lembra o Jack alemão ao cuidar da mãe e das irmãs, é o homem da casa, mas bem menos o garoto de Linklater na riqueza do Texas. O jovem tchecheno tem que lidar com a falta do pai, morto na guerra civil com a Rússia, a possibilidade de conseguir a cidadania austríaca, e o surgimento de um modelo masculino. Um vizinho que se diz companheiro de luta de seu pai e aos poucos aproxima-se da família, flerta com a mãe, e deixa o garoto raivoso. Como em La Tercera Orilla, o tom é menor, intimista, de poucos acontecimentos, mas com a sensação de que a tormenta está por vir. Esta não se dá num grande rompante, mas no aprendizado de crescimento do garoto. Não são filmes que empolgam de maneira abrupta, mas vão ficando com a gente, fazendo refletir. Macondo tem perfil para Berlim. Mazelas, crianças, um acerto de contas entre os ricos e os desvalidos. Amanhã converso com a diretora. Tenho a impressão que pode ser um caminho alternativo a premiação, qeu acontece amanhã, as 19h, no horário local.

registrado em: ,