Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Midiático / Ricardo Boechat x Rachel Sheherazade

Sociedade

Tevê

Ricardo Boechat x Rachel Sheherazade

por Redação — publicado 06/05/2014 12h53
Ao falar de linchamento em Guarujá, âncora do Jornal da Band critica a apresentadora do SBT
Reprodução

Dias depois de o portal UOL divulgar a possibilidade de a apresentadora Rachel Sheherazade deixar o SBT para apresentar o Jornal da Band ao lado de Ricardo Boechat, o âncora da Band manifestou na noite de segunda-feira 5 aparente insatisfação com a possível parceria. Ao comentar o linchamento de Fabiane Maria de Jesus, 33 anos, em Guarujá (SP), Boechat não citou Sheherazade mas mandou um recado direto a ela. Em fevereiro, Sheherazade fez um comentário, no Jornal do SBT, no qual disse ser "compreensível" a ação de cidadãos que espancaram e amarram a um poste um suposto ladrão no Rio de Janeiro.

"Esse crime aí, minha gente... tem tanta responsabilidade nele o autor do boato espalhado pela internet (...) quanto pessoas que mesmo em emissoras de tevê estimulam a cultura da justiça com as próprias mãos. Isso está dentro do mesmo panorama que propicia, que estimula, que justifica linchamentos como os que nós andamos vendo recentemente em várias cidades do país, ou tentativas de linchamento. É a hora dessas pessoas virem a público e dizer como se sentem ante a consumação de sua própria teoria".

Boechat não contava, é razoável supor, com o "complemento" a sua fala feito por sua parceira de bancada, Ticiana Villas Boas, que em recente entrevista manifestou preocupação por desconhecer o preço da gasolina, uma vez que seu Porsche é abastecido pelo motorista. "E, para piorar, [a vítima do linchamento] era uma pessoa inocente", afirmou Villas Boas, ecoando o argumento estilo Sheherazade segundo o qual o espancamento seria menos pior caso a vítima fosse um criminoso.

Confira a fala de Boechat:

(Por José Antonio Lima)