Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Midiático / Na Folha, conselheiro do Estadão alerta sobre ‘golpe’ de Dilma

Política

Na Folha, conselheiro do Estadão alerta sobre ‘golpe’ de Dilma

por Redação — publicado 11/06/2014 13h16, última modificação 11/06/2014 13h39
Sem se identificar, Fernão Lara Mesquita, filho de ex-diretor do jornal, escreve que Sistema Nacional de Participação Social é ‘ameaçador’
Reprodução
Destaque do artigo publicado na Folha de S.Paulo

Destaque do artigo publicado na Folha de S.Paulo

Um artigo publicado na seção Tendências e Debates, da Folha de S.Paulo desta quarta-feira, 11, compara o Sistema Nacional de Participação Social do governo federal a um golpe.

“Manchetes sobre o golpe de 1964 se sucedem, mas para o de 2014 o destaque é próximo de zero. Nenhum critério jornalístico justifica isso,” diz Fernão Lara Mesquita no texto.

No texto, intitulado "Acorda, Jornalistas!", Mesquita diz que é papel dos jornalistas mostrar que a criação de instâncias consultivas pelo PT é nociva à democracia. "Depois da rendição do Judiciário com a renúncia de Joaquim Barbosa, só sobra a imprensa."

Na assinatura do texto, Lara Mesquita foi identificado como “jornalista, autor do blog www.vespeiro.com”. A Folha omitiu que Mesquita é membro do Conselho de Administração de O Estado de S. Paulo, e que faz parte da família fundadora do Estadão, pois é neto de Júlio de Mesquita. Fernão já atuou como Diretor de Opinião do jornal.

A família perdeu o controle do jornal em 2003, retornando à direção em 2012, quando Francisco Mesquita Neto tornou-se diretor-executivo do Grupo. Dos cinco membros do conselho editorial do Estadão, quatro são da família Mesquita.