Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Midiático / Datena se indigna com rejeição da redução da maioridade

Sociedade

TV

Datena se indigna com rejeição da redução da maioridade

por Redação — publicado 01/07/2015 17h41
Apresentador afirma que deputados contrários ao projeto "votaram contra o Brasil" e diz que menores "matam mais que todos os 007"
band-maioridade-penal.jpg

O apresentador José Luiz Datena, do Brasil Urgente, programa da tevê Bandeirantes, se indignou com a rejeição da redução da maioridade penal pelo plenário da Câmara na noite de terça-feira 30. O projeto teve 303 votos favoráveis, mas eram necessários 308.

Na edição desta quarta-feira 1º, Datena afirmou que os 184 deputados contrários à Proposta de Emenda Constitucional 171 "votaram contra o Brasil" e atribuiu a derrota do projeto a uma articulação do governo federal e do PT, seguindo a tese levantada pelo deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF), entrevistado pela Bandeirantes.

Segundo Datena, os menores no Brasil "matam mais que todos os 007 juntos", uma alusão ao personagem fictício James Bond, de Ian Fleming, que tinha "licença para matar". A tese de Datena era confirmada pelo gerador de caracteres exibido enquanto ele falava, que dizia "livres para matar".

Após a reportagem sobre a votação na Câmara, o programa desta quarta exibiu matéria sobre uma "gangue de meninos" que teria "aterrorizado" um bairro de São Paulo e reexibiu reportagem sobre a prisão dos supostos assassinos de Jaime Gold, morto na ciclovia da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro.

band-maioridade-penal02.jpg

band-maioridade-penal-03.jpg