Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Direto de São Paulo / Ameaças a filhas e ex-mulher de Alberto Yousseff

Política

Operação Lava Jato

Ameaças a filhas e ex-mulher de Alberto Yousseff

por Henrique Beirangê publicado 06/08/2015 15h12, última modificação 06/08/2015 19h03
Investigadores relatam que as três estão sofrendo ameaças; filhas estão usando carros blindados para se locomover
Geraldo Magela / Agência Senado
Alberto Youssef

Yousseff: munição para derrubar muita gente se for confrontado

A família do doleiro Alberto Yousseff está com medo. De acordo com investigadores da Operação Lava Jato, há relatos de intimidações e ameaças veladas feitas às filhas e à ex-mulher.

Uma das histórias contadas a policiais e procuradores dá conta de um carro que teria rondado a casa onde moram as três. Uma das filhas percebeu a movimentação estranha e, numa dessas ocasiões, o carro teria saído em alta velocidade.

A ex-mulher de Yousseff também já comunicou a existência de ligações telefônicas estranhas para a residência. Por diversas vezes o telefone toca e ninguém do outro lado da linha se identifica.

Desde que os relatos começaram, a rotina das três ficou mais circunscrita a tarefas próximas a onde moram. Yousseff chegou a ter dois carros blindados apreendidos durante as buscas e apreensões, mas os veículos foram liberados, por medidas de segurança, para que as duas filhas do doleiro possam se deslocar quando necessário pela cidade.

O clima para a família não é bom. Em churrasco recente da faculdade onde estuda, uma das filhas foi confrontada por outro aluno. O rapaz, em tom agressivo, pediu para que a moça agradecesse ao doleiro pelo fato de o pai dele, um dos presos na operação, ter sido pego pela Lava Jato.

Yousseff sabe de muitas coisas. Muitas que ainda não foram reveladas. Mas, de acordo com pessoas próximas, o doleiro teria ficado furioso com as notícias de intimidação contra sua família e pode revelar detalhes ainda não explorados na investigação.

No último depoimento que deu à justiça, Yousseff deu um recado. Disse que um deputado, a mando de Eduardo Cunha, estaria tentando intimidar seus familiares. A pressão seria pelas tentativas de quebra de sigilos fiscais e telefônicos de suas filhas e ex-esposa por meio da CPI da Petrobras. O deputado negou qualquer relação com o fato.

Independente de quem esteja por trás, Yousseff é um arquivo vivo com munição suficiente para derrubar muita gente se for confrontado.