Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Carta nas Eleições / PT entra na justiça acusando PMDB de plágio em campanha para o governo de SP

Política

São Paulo

PT entra na justiça acusando PMDB de plágio em campanha para o governo de SP

por Redação — publicado 18/06/2014 14h55, última modificação 18/06/2014 14h56
Slogan da campanha de Paulo Skaf (PMDB) é muito semelhante ao do candidato Alexandre Padilha, do PT. Em nota, PT chama campanha de Skaf de desleal
Reprodução / Twitter
skaf-slogan

O candidato Paulo Skaf começou a utilizar a campanha "Mudança de Verdade" em sua página no twitter

A parceria nacional entre o PT e o PMDB vai sofrer alguns baques com as eleições estaduais. Em São Paulo, o PT acusa o PMDB de cópia em slogan de campanha para o governo estadual. A campanha de Paulo Skaf (PMDB) adotou no domingo 15 a frase "Mudança de Verdade". O slogan é bastante similar à campanha do candidato Alexandre Padilha, "Para Mudar de Verdade", anunciada também no domingo 15. O PT-SP afirmou que ajuizará ação judicial a fim de garantir o direito do uso da campanha.

"A campanha do candidato do PMDB, de maneira desrespeitosa, rasteira, desleal e acima de tudo, absolutamente contraditória - pois quem deseja mudança cria e não copia - noticiou uso de slogan similar, num ato de plágio inaceitável", declarou o presidente estadual do PT, Emidio de Souza, em nota.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o PMDB negou que tenha plagiado a campanha de Padilha e que a proposta de slogan do PMDB já estava decidida desde o sábado.

Veja a íntegra da declaração do PT abaixo:

PT não aceita cópia por parte do PMDB e vai à Justiça por slogan

O PT-SP ajuizará ação judicial competente a fim de garantir seu direito de uso do slogan de campanha do candidato Alexandre Padilha (PT-SP) "Para Mudar de Verdade" e impedir que o candidato do PMDB possa usar slogan plagiado.

No  ato de lançamento da candidatura, ocorrido no domingo passado, foi aprovado o nome de Alexandre Padilha para concorrer ao governo de São Paulo e apresentado o slogan de campanha, que foi noticiado pela imprensa.

No dia seguinte, a campanha do candidato do PMDB, de maneira desrespeitosa, rasteira, desleal e acima de tudo, absolutamente contraditória - pois quem deseja mudança cria e não copia - noticiou uso de slogan similar, num ato de plágio inaceitável.

O PT sabe que a mudança de verdade só pode ocorrer com Alexandre Padilha, continuará a usar o slogan apresentado e espera que o candidato Paulo Skaf se abstenha de usar tal slogan plagiado da pré-campanha do Padilha.

Emidio de Souza, presidente estadual do PT-SP