Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Carta nas Eleições / Na TV, PT critica FHC e PSDB pede “voto da mudança”

Política

Eleições 2014

Na TV, PT critica FHC e PSDB pede “voto da mudança”

por Redação — publicado 09/10/2014 21h53, última modificação 09/10/2014 22h17
Partido de Dilma lembra que ex-presidente tucano chamou nordestinos de desinformados e tucanos miram eleitores de Marina
Reprodução
Programa do PT mostra frase de Fernando Henrique Cardoso

Programa do PT deu ênfase à frase de Fernando Henrique Cardoso e lembrou que tucano já xingou aposentados no passado

Botão Eleições 2014No primeiro programa eleitoral do segundo turno, transmitido na noite desta quinta-feira, a presidenta e candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, associou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao candidato do PSDB, Aécio Neves, e criticou o mandato do antecessor de Lula. Já o ex-governador de Minas Gerais usou seu tempo para pedir “os votos dos que querem mudança” mas não votaram nele no primeiro turno, em clara referência ao eleitorado à candidata do PSB, Marina Silva, que ficou em terceiro lugar nas urnas.

Como venceu o primeiro turno, com 41% dos votos, o programa de TV de Dilma passou primeiro. A publicidade começou falando da “vitória” do partido nas eleições legislativas. “304 deputados eleitos estão com Dilma. No Senado, 15 das 27 cadeiras em disputa são de aliados”, afirmou o locutor. Em seguida, a própria presidenta agradeceu a votação antes de afirmar que entendeu o recado das “urnas e das ruas”, em uma provável referência às manifestações de junho de 2013.

Logo após destacar o resultado do primeiro turno, o programa do partido associou o candidato adversário ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que governou o Brasil de 1994 a 2002. “O que está em jogo é um modelo de País. Ele [Aécio Neves] representa uma forma de governo que quebrou o Brasil três vezes”, disse a própria candidata. “Fernando Henrique Cardoso, como todos sabem, é líder do PSDB e simboliza como ninguém o estilo tucano de liderar. Na época, ele chegou a chamar os aposentados de vagabundos”, lembrou a propaganda.

Antes de mostrar o depoimento de governadores e senadores aliados que vencerem em seus respectivos estados no primeiro turno, o programa do PT também deu espaço a uma frase dita pelo ex-presidente FHC nesta semana. Em entrevista ao blog do jornalista Josias de Souza, do UOL, Fernando Henrique afirmou: “o PT está fincado nos menos informados, que coincide de ser os mais pobres. Não é porque são pobres que apoiam o PT, é porque são menos informados”.

Aécio Neves e Tancredo Neves
Na TV, PSDB passou biografia de Aécio e lembrou, por duas vezes, que ele é neto do ex-presidente Tancredo Neves

Já Aécio, em seu programa eleitoral, pediu os votos daqueles que querem mudança. “Quem venceu de verdade no primeiro turno foi a verdadeira vontade de mudança. Quem não votou em mim, votou na mudança. Eu te convido agora a vir com a gente". O candidato apelou também aos que não foram às urnas: "No fundo, no fundo, você também quer mudar. Dê mais uma chance à sua esperança, ao novo Brasil. Só assim nós vamos transformar a nossa indignação em ação”, afirmou o candidato.

A publicidade ainda comparou Aécio com seu avô, o ex-presidente Tancredo Neves. O programa traçou um paralelo entre a época que Tancredo assumiu o cargo, logo após o fim da ditadura, com esta eleição. “Quase 30 anos depois, quando o país mais precisa, o neto de Tancredo surge para fazer o Brasil mudar. Curioso como o mundo dá voltas”, disse um ator.

Na sequência, o partido usou o tempo para apresentar uma biografia do tucano, e das ações do candidato à frente do governo de Minas Gerais. A peça publicitária ainda exibiu os anúncios de apoio de PV, PSC, PSB e PPS a Aécio Neves, recebidos ao longo da semana. Por fim, o PSDB destacou uma pesquisa de intenção de voto de um instituto que mostra o candidato tucano na liderança do segundo turno, apesar de Datafolha e Ibope apontam empate entre os candidatos.