Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Carta nas Eleições / Malafaia pede união de evangélicos no segundo turno

Política

Religião

Malafaia pede união de evangélicos no segundo turno

por Redação — publicado 28/07/2014 15h33
Em vídeo, pastor declarou apoio ao pastor Everaldo (PSC) e disse que cristãos devem pressionar outros candidatos em nova votação
Reprodução

O pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus, declarou apoio ao pastor Everaldo (PSC) na disputa à Presidência da República. Quarto colocado nas pesquisas para a eleição deste ano, Everaldo faz parte da mesma igreja de Malafaia.

“Temos que marcar uma posição firme para que Everaldo, se não for ao segundo turno, tenha uma quantidade de votos grande para nós decidirmos o segundo turno. E aí nós vamos chamar para a mesa [os candidatos] para dizer: 'aqui, queridão. Quer o nosso apoio? Então vai assinar um documento aqui, que você não vota nisso, nisso, nisso, nisso, vai ter que ser a favor disso disso, disso, disso (sic)'.

Malafaia disse que há muitos projetos que buscam “destruir a família” e “liberar as drogas” no Congresso Nacional. No vídeo, ele defendeu a influência de cristãos na política. Para Malafaia “anjos não vão cair do céu” para decidir a eleição. O pastor ainda conclamou evangélicos e católicos a “deixarem de ser trouxa (...) com esse discurso que política é do Diabo, quando Jesus nunca disse isso”.

Veja abaixo a íntegra do vídeo, publicado nesta quinta-feira 24: