Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Carta nas Eleições / Lula diz que não é candidato e lamenta guinada "à direita" de Eduardo Campos

Política

Entrevista

Lula diz que não é candidato e lamenta guinada "à direita" de Eduardo Campos

por Redação — publicado 08/04/2014 11h45, última modificação 08/04/2014 11h54
O petista reafirmou apoio a Dilma Rousseff e disse não entender a candidatura do ex-governador pernambucano
Reprodução
Lula

Lula durante entrevista a blogueiros: ele apoia Dilma

Em entrevista coletiva a um grupo de blogueiros, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira 8 que não vai disputar as eleições presidenciais de 2014 e que apoia a atual presidenta da República. "Não sou candidato. Minha candidata é Dilma Rousseff", disse Lula. Para o petista, as especulações sobre seu retorno ao pleito não passam de "boataria", que acabam por prejudicar o processo democrático no Brasil.

Ao defender a candidatura de Dilma, Lula lamentou a entrada do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) na disputa pelo Planalto. O ex-presidente disse ter uma "belíssima" relação com Campos e ser agradecido a seu apoio durante o período em que estiveram juntos, mas disse não entender a candidatura do pessebista. "Somente o tempo vai dizer por que ele resolveu antecipar um processo natural da aliança [PT-PSB], eu sinceramente não entendo", disse. "A Marina eu entendo, ela e Dilma foram ministras minhas e eu sabia das diferenças entre elas".

Ao comentar a disputa eleitoral, Lula adiantou o que deve ser uma das estratégias do PT para minar Eduardo Campos com os eleitores que se identificam com a esquerda. Segundo o ex-presidente, não é possível estar mais à esquerda do que o PT, então quem deixa a aliança, como fez Eduardo Campos, "está à direita" do governo.