Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Carta nas Eleições / Ibope: Dilma seria reeleita no 1ª turno

Política

Pesquisa eleitoral

Ibope: Dilma seria reeleita no 1ª turno

por Redação — publicado 20/03/2014 19h03, última modificação 20/03/2014 19h43
Primeira pesquisa do instituto com todos os prováveis candidatos à presidência mostra reeleição da presidenta com 40% dos votos; mercado havia especulado sobre possível queda da petista
Dilma

Dilma venceria no primeiro turno, segundo pesquisa Ibope

A presidenta Dilma Rousseff venceria a eleição deste ano no primeiro turno, de acordo com pesquisa divulgada pelo Ibope nesta quinta-feira 20. De acordo com o instituto, ela teria 40% dos votos. O senador Aécio Neves (PSDB-MG) é o segundo colocado, com 13%. Em seguida aparece o governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), com 6%, e o pastor Everaldo (PSC), com 3%. O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) tem 1% dos votos.  Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB) e Mauro Iasi (PCB) não pontuaram.

O Ibope entrevistou 2.002 eleitores entre 13 e 17 de março deste ano. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, e a pesquisa está registrada com o protocolo BR-00031/2014 na Justiça Eleitoral.

Como esta foi a primeira pesquisa com todos os prováveis candidatos, seu resultado não pode ser comparado com as anteriores do instituto, onde só apareciam os três principais candidatos. Na última delas, divulgada no dia 18 de novembro do ano passado, Dilma tinha 43% dos votos, Aécio, 14%, e Campos, 7%.

Especulações

Ações de estatais como a Petrobras, a Eletrobras e o Banco do Brasil tiveram forte alta nesta quarta-feira 18, sob rumores de que a pesquisa seria lançada ainda naquela noite mostrando uma queda de Dilma. Segundo o site Infomoney, o mercado reagiu positivamente porque os investidores entendem que o governo da presidenta é muito intervencionista e prejudica a rentabilidade das empresas estatais. De acordo com o site, a pesquisa já estava pronta na quarta, mas só foi divulgada nesta quinta pelo Estadão e pela rede Globo, que a encomendaram.

registrado em: , ,