Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Carta nas Eleições / Datafolha: Marina cai, Aécio sobe e briga pelo segundo lugar esquenta

Política

Eleições 2014

Datafolha: Marina cai, Aécio sobe e briga pelo segundo lugar esquenta

por Redação — publicado 30/09/2014 19h37
Pesquisa também mostra que a presidenta Dilma venceria a candidata do PSB em em eventual 2º turno
Valter Campanato/Agência Brasil e Bruno Magalhães/ Coligação Muda Brasil
Marina e Aécio

Diferença entre Marina Silva e Aécio Neves caiu de nove para cinco pontos percentuais

Botão Eleições 2014

A nova pesquisa Datafolha, divulgada nesta terça-feira 30, mostra um acirramento da disputa entre a candidata do PSB, Marina Silva, e o candidato do PSDB, Aécio Neves, pelo segundo lugar nas intenções de voto. A ex-senadora caiu de 27% para 25% enquanto que o tucano subiu de 18% para 20%. Com isso, a diferença entre os dois diminuiu de nove pontos, em relação à pesquisa anterior, para apenas cinco pontos percentuais. Já a presidenta e candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, permanece na liderança com os mesmos 40% do levantamento da semana passada.

Segundo o instituto, trata-se do quarto levantamento seguido em que Marina Silva oscila negativamente. Ao mesmo tempo em que essa é também a quarta pesquisa consecutiva na qual Aécio tem uma variação positiva. Os outros candidatos têm juntos 3% das intenções de voto. Se considerarmos apenas os votos válidos, que exclui nulos e brancos, o resultado do primeiro turno seria: Dilma com 45%, Marina Silva com outros 28% e Aécio Neves com 22%.

O instituto também testou dois cenários possíveis para um eventual segundo turno. Em uma possível disputa entre Dilma e Marina, a novidade é que a candidata do PT venceria as eleições se o pleito fosse hoje. Dilma tem 49% contra 41% de Marina. Na última consulta, a situação era de empate técnico, já que a petista tinha 47% contra 43% da ex-ministra do Meio Ambiente. Em um cenário entre Dilma e Aécio Neves, a presidenta continua com os mesmos 50% e o tucano sobe dois pontos: de 39% para 41%.