Ricardo Galvão é escolhido uma das 10 personalidades científicas do ano

Físico ganhou visibilidade ao rebater as acusações sem provas de Bolsonaro a respeito da veracidade dos dados do Inpe

Ricardo Galvão: Foto: Arquivo Pessoal

Ricardo Galvão: Foto: Arquivo Pessoal

Sustentabilidade

O físico Ricardo Galvão confirmou nesta sexta-feira 13 que estará na lista das 1o personalidades mais importantes para a ciência em 2019, publicada anualmente pela revista Nature, uma das mais importantes do mundo no assunto. A divulgação oficial dos escolhidos será feita na próxima terça 17.

Em seu site, a revista justifica os critérios de escolha da lista Nature’s 10: “Seu papel na ciência pode ter tido um impacto significativo no mundo, ou sua posição no mundo pode ter tido um impacto importante na ciência.”

Galvão ganhou visibilidade ao rebater as acusações sem provas do presidente Jair Bolsonaro a respeito da veracidade dos dados sobre aumento de desmatamento na Amazônia registrados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), órgão então dirigido por ele.

Na ocasião, Bolsonaro acusou Galvão de estar “a serviço de alguma ONG”. No dia seguinte, o então presidente do Inpe afirmou que a atitude do presidente tinha sido “pusilânime e covarde”. Em agosto, o físico foi foi exonerado do cargo, que deveria ocupar até 2020.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem