Sociedade

Rio Grande do Sul tem 145 mortes confirmadas após chuvas

Temporal tornou a afetar o estado neste final de semana; previsão é de chuva intensa neste domingo

Foto: Carlos FABAL / AFP
Apoie Siga-nos no

Chegou a 145 o números de mortes causadas pelas chuvas e enchentes no Rio Grande do Sul. Os óbitos foram confirmados pela Defesa Civil na tarde deste domingo 12.

Segundo o boletim, há também outros 132 desaparecidos e 806 feridos pelas consequências dos temporais no estado. A chuva intensa, vale dizer, tornou a afetar a região neste final de semana. Há alerta com risco de deslizamentos e alagamentos em curso neste momento.

O balanço deste domingo atualiza também o número de afetados no estado: 2.115.703. São 81.200 os que estão em abrigos e 538.743 o número de desalojados. Ao todo, 447 cidades do estado têm ocorrências causadas pelas fortes chuvas.

Animais resgatados no Rio Grande do Sul.
Foto: Nelson ALMEIDA / AFP

A Defesa Civil também informa que foram resgatadas mais de 76 mil pessoas e pouco mais de 10,5 mil animais.

No momento, trabalham no estado 27.589 agentes envolvidos no resgate e atendimento às vítimas da tragédia. O efetivo conta também com 4.398 viaturas, 41 aeronaves e 340 embarcações.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Assine a edição semanal da revista ou contribua com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo