Sociedade

50 anos do golpe

Prefeitura de São Paulo lança programação para lembrar os 50 anos do golpe

por Redação — publicado 29/03/2014 09h13, última modificação 29/03/2014 15h05
Atividades irão até o mês de abril. Também será lançada edição especial do Bilhete Único com arte de Elifas Andreato
Divulgação SMDHC
logo

Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania realiza uma série de atividades no marco do cinquentenário do golpe civil-militar

Com o objetivo de estimular a reflexão sobre o período em que o Brasil enfrentou a ditadura militar, a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) organizou uma série de atividades, iniciadas no mês de março, que se estendem até abril. Ocorrerão debates e mesas redondas e exibição gratuita de filmes que tratam o tema, como A memória que me contam, de Lúcia Murat (2013, 95 min.) e Caparaó, de Flavio Frederico (2007, 77 min.). A programação completa pode ser acessada no site criado especialmente para os eventos.

Além disso, a partir do dia 31 de março, todos os postos de aquisição do Bilhete Único da cidade de São Paulo disponibilizarão uma edição especial do cartão, com a arte dos 50 anos do golpe de 1964, criada pelo artista Elifas Andreato. A tiragem, de 15 mil unidades, é limitada e e pode ser adquirida com com a inserção de R$ 15 em créditos de passagens. A iniciativa é da SMDHC e da Secretaria Municipal de Transportes (SMT).

Para marcar os 50 anos do golpe, o site de CartaCapital lançou um especial com relatos de militantes, políticos, militares e advogados que tiveram suas vidas impactadas pelo regime militar.