Política

Prefeito que atirou 15 vezes na casa da ex é denunciado pelo MP por tentativa de feminicídio

Naçoitan já era conhecido no cenário nacional por ter defendido a “eliminação” do presidente Lula

O prefeito de Iporá, Naçoitan Araújo. Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) ofereceu denúncia nesta sexta-feira 1º contra Naçoitan Araújo Leite, prefeito da cidade goiana de Iporá. No dia 18 de novembro, o político invadiu a casa de sua ex-companheira, atirou aproximadamente 15 vezes e fugiu na sequência.

Naçoitan já era conhecido no cenário nacional por, em novembro de 2022, ter sido suspenso do partido União Brasil após pedir a “eliminação” do presidente Luiz Inácio Lula da Silva”.

Os crimes descritos na peça do MP-GO incluem tentativa de feminicídio, cometido com a qualificadora de motivo torpe. Além de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e fraude processual.

Naçoitan estava separado da mulher há cerca de dois meses, mas não aceitou o fim da relação. Ele usou a própria caminhonete para quebrar o portão e invadir o imóvel, onde estavam a ex-companheira e seu atual namorado. Ambos conseguiram se trancar dentro de um quarto e evitar os disparos.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.