Sociedade

Barroso repudia assassinato de juiz do Recife e pede apuração célere

O magistrado foi atingido por disparos de arma de fogo em Jaboatão dos Guararapes, nesta quinta-feira

O presidente do STF, Luís Roberto Barroso. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luís Roberto Barroso, classificou como covarde assassinato do juiz Paulo Torres Pereira da Silva e disse que acompanhará os desdobramentos da investigação sobre o caso. 

“Conversei com o presidente do Tribunal de Justiça do estado, que está em contato com as autoridades locais para apuração célere do episódio e a devida punição dos envolvidos”, afirmou o ministro, em nota.

“O Conselho Nacional de Justiça acompanhará os desdobramentos para garantir que a Justiça seja feita. Em nome do Poder Judiciário, presto solidariedade à família e aos amigos”, completou Barroso.

O magistrado foi assassinado na noite desta quinta-feira 19, em Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana do Recife. 

Paulo Torres estava dentro do próprio carro quando foi atingido por criminosos que ocupavam outro veículo, dispararam e fugiram.

Segundo o Tribunal de Justiça de Pernambuco, Torres era juiz havia quase 34 anos e em várias oportunidades atuou como desembargador substituto. 

“Conhecido como Paulão, o magistrado era muito querido por todos que fazem o Judiciário pernambucano”, diz a nota da corte do estado.

“O tribunal está entrando em contato com as autoridades policiais de Pernambuco e prestará todo o apoio necessário para o rápido esclarecimento do crime e a responsabilização dos culpados.”

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo