ABC paulista decide interromper transporte público a partir do dia 29

Prefeitos das sete cidades do ABC decidiram pela paralisação dos transportes por causa do coronavírus

ABC paulista decide interromper transporte público a partir do dia 29

Sociedade

A partir do próximo dia 29 os sistemas de transporte público municipais no ABC paulista serão gradualmente paralisados por conta do novo coronavírus.

A medida deve afetar a rotina de cerca de 2,8 milhões de trabalhadores da região, que engloba as cidades de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

Presidente do Consórcio ABC, entidade que reúne os sete municípios da região, o prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (Cidadania), declarou que a medida é “uma atitude drástica e impopular, mas necessária para a proteção dos cidadãos”.

Agora, a decisão das cidades será informada ao governador João Doria (PSDB) e a expectativa é que os meios de transporte público intermunicipais (ônibus, metrô e trem), que levam a região, também sejam gradualmente paralisados por tempo indeterminado.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem