Pazuello nomeia veterinário como chefe de departamento de vacinas

Antecessor também tinha formação em veterinária, mas ocupava o cargo como diretor substituto

O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello. Foto: Erasmo Salomão/MS

O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello. Foto: Erasmo Salomão/MS

Saúde

O Ministério da Saúde nomeou, nesta segunda-feira 31, um veterinário para o cargo de diretor do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis da Secretaria de Vigilância em Saúde.

A decisão foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União, e vem assinada pelo ministro interino da Saúde, o general Eduardo Pazuello.

No currículo, consta que Laurício Monteiro Cruz já foi presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Distrito Federal e que já pesquisou epidemiologia, prevenção e controle de doenças dos animais e gestão em saúde pública.

No governo do DF, atuou na diretoria de Vigilância Ambiental em Saúde. Não há mais detalhes sobre a participação dele em programas de vacinação.

O antecessor de Lauricio também tinha formação na área, mas era funcionário de carreira do Ministério e estava no cargo de forma temporária.

Marcedo Wada ocupou o cargo de Coordenador de Vigilância de Zoonoses e Doenças de Transmissão Vetorial, também ligado à secretaria. No entanto, com a exoneração do ex-diretor do departamento, Julio Croda, Wada assumiu o cargo como diretor substituto no dia 11 de maio por determinação de Pazuello.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem