Mundo

OMS pede que chineses adotem medidas de proteção por surto de doença respiratória

O país registra um pico de casos entre crianças no norte

Foto: Fabrice Coffrini/AFP
Apoie Siga-nos no

A Organização Mundial da Saúde instou, nesta quarta-feira 22, a população da China a “adotar medidas para reduzir o risco de doença respiratória”, em meio ao registro de um pico de casos entre crianças no norte do país.

“A OMS fez um pedido oficial à China por informações detalhadas sobre o aumento de doenças respiratórias e registros de surtos de pneumonia em crianças”, informou a organização em um comunicado postado nas redes sociais.

(Matéria em atualização)

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Assine a edição semanal da revista ou contribua com o quanto puder.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo