Itália tem 627 mortes em 24 horas e total chega a 4 mil

Quase 6.000 novos casos foram detectados no país, novamente um número nunca alcançado até agora

A Itália atingiu um novo recorde com 627 mortes em 24 horas (Foto: Piero Cruciatti / AFP)

A Itália atingiu um novo recorde com 627 mortes em 24 horas (Foto: Piero Cruciatti / AFP)

Saúde

A pandemia de coronavírus matou 627 pessoas na Itália nas últimas 24 horas, um novo recorde que eleva a 4.000 o número de mortes na península, o país mais afetado do mundo, anunciou a proteção civil nesta sexta-feira 20.

O número total de mortes é de 4.032, em 47.021 infectados. A Itália representa agora 36,6% de todas as mortes pelo vírus no planeta.

A região da Lombardia, onde os hospitais estão lotados, continua pagando o preço mais alto, com mais 381 mortes (2.549 no total).

Foram detectados no país cerca de 6.000 novos casos, um número inédito.

A Itália tem mais de 66 mortos por um milhão de habitantes, uma proporção que chega a mais de 250 na Lombardia, principal zona econômica do país.

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Compartilhar postagem