Coronavírus faz Trump declarar “emergência nacional” nos EUA

Declaração irá liberar mais de 50 bilhões de dólares para esforços com testagens e aparelhamento médico, diz Trump

(Foto: Official White House Photo by Joyce N. Boghosian)

(Foto: Official White House Photo by Joyce N. Boghosian)

Mundo,Saúde

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou emergência nacional no país por causa da crise do novo coronavírus, o Covid-19, que já tem mais de 1200 casos confirmados nos EUA e pelo menos 33 vítimas fatais.

O anúncio foi feito em uma coletiva nesta sexta-feira 13. Trump afirma que a decisão irá liberar mais de 50 bilhões de dólares para auxiliar nos esforços para conter a disseminação da doença, que contará com o desenvolvimento de novos testes que possam ser feitos por aqueles que tenham sintomas. “Para lançar todo o poder do governo federal, estou oficialmente declarando uma emergência nacional”, disse Trump em seu comunicado na Casa Branca.

De acordo com Trump, empresas farmacêuticas e de tecnologia, como o Google, estão desenvolvendo métodos de testagem de possíveis pacientes sem que haja a necessidade da pessoa sair do carro, por exemplo, um modelo de “drive thru” de testagem, explicado posteriormente por uma especialista da equipe do governo.

Ele convocou todos os estados dos EUA a criar centros de operações de emergência e disse que o governo está acelerando os testes, em meio a críticas à falta de kits de testes em todo o país.

Na quarta-feira 11, Donald Trump foi largamente criticado pela comunidade internacional ao anunciar que fecharia as fronteiras dos Estados Unidos a novos voos vindos da Europa. Segundo líderes europeus, a decisão foi unilateral e protecionista em um momento que a colaboração global é importante para conter o avanço da crise.

*Com AFP

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

É repórter do site de CartaCapital.

Compartilhar postagem