Canadá alerta sobre os riscos da cloroquina e hidroxicloroquina

Agência Europeia de Medicamentos (EMA) também emitiu um alerta semelhante sobre esses medicamentos recentemente

 Foto: AFP

Foto: AFP

Saúde

As autoridades de saúde do Canadá alertaram sobre o perigo do uso da cloroquina e hidroxicloroquina, usadas para combater a malária, para prevenir ou tratar a covid-19.

“A cloroquina e a hidroxicloroquina podem causar efeitos secundários graves. Estes medicamentos só devem ser utilizados sob a supervisão de um médico”, advertiu a Agência de Saúde Pública do Canadá em uma atualização publicada no sábado em seu site.

“A Health Canada se preocupa que algumas pessoas possam comprar cloroquina ou hidroxicloroquina diretamente e usá-las para se prevenir ou tratar” a COVID-19, acrescentou a agência, destacando que estes medicamentos podem causar “transtornos graves no ritmo cardíaco”.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) emitiu um alerta semelhante na quinta-feira sobre esses medicamentos, cujo uso foi defendido pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Compartilhar postagem