PSDB chama “Democracia em Vertigem” de ficção e fantasia ao comentar sobre Oscar

O filme da cineasta Petra Costa mostra o processo de impeachment de Dilma Rousseff, o qual o PSDB votou a favor

João Doria não gostou de atuação de Fernando Guimarães no partido. Foto: Governo do Estado de São Paulo

João Doria não gostou de atuação de Fernando Guimarães no partido. Foto: Governo do Estado de São Paulo

Política

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) utilizou sua conta oficial do Twitter para criticar o documentário “Democracia em Vertigem”, indicado ao Oscar nesta segunda-feira 13. O filme da cineasta Petra Costa mostra o processo de impeachment de Dilma Rousseff, o qual o PSDB votou a favor, e conta sobre a crise política brasileira que levou a eleição do presidente Jair Bolsonaro.

“Parabéns à diretora Petra Costa pela indicação de melhor ficção e fantasia por Democracia em Vertigem”, disse a postagem do partido.

A própria cineasta respondeu a provocação do partido. “Obrigada! Aguardo ansiosa pela foto do comitê tucano assistindo à premiação no próximo dia 9″. 

Petra também assina os documentários “Elena” (2012) e “Olmo e a gaivota” (2014), premiados nos festivais de Brasília e do Rio, respectivamente. Esta é sua primeira indicação ao Oscar. “Democracia em Vertigem” concorre com “Indústria Americana”, “The Cave”, “For Sama” e “Honeyland”.

Mais Brasil no Oscar

Dirigido pelo brasileiro Fernando Meirelles, “Dois Papas” concorre ao Oscar de melhor ator (Jonathan Pryce), melhor ator coadjuvante (Anthony Hopkins) e melhor roteiro adaptado.

A lista de nomeados é liderada por “Coringa”. O filme protagonizado por Joaquin Phoenix concorre em 11 categorias. “Era uma vez em… Hollywood”, “1917”e “O Irlandês” disputam em 10 categorias. A cerimônia de entrega das estatuetas será em 9 de fevereiro, no Teatro Dolby de Los Angeles.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Post Tags
Compartilhar postagem