Política

PoderData: Governo Bolsonaro é reprovado por 57% dos brasileiros

O ex-capitão também foi considerado ‘ruim’ ou ‘péssimo’ por cerca de metade dos entrevistados no levantamento

Foto: Sergio Lima / AFP
Foto: Sergio Lima / AFP
Apoie Siga-nos no

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) é reprovado por 57% dos eleitores brasileiros, segundo a mais nova pesquisa PoderData, divulgada nesta sexta-feira 5. Marcam avaliação positiva apenas 39% dos eleitores entrevistados pelo instituto.

O índice de reprovação oscilou dois pontos percentuais para cima em comparação com a pesquisa divulgada há 15 dias. Já a taxa de aprovação variou negativamente, recuando dois pontos percentuais no mesmo período.

Assim como nos levantamentos anteriores, Bolsonaro tem seu pior desempenho entre o eleitorado feminino, em que é reprovado por 61% das mulheres, e entre os moradores do Nordeste, onde 70% dizem não concordar com o trabalho da atual gestão. Os melhores resultados para ele ficam entre os homens, grupo em que reúne 45% de aprovação, e eleitores do Centro-Oeste, onde tem 57% de indicações positivas e apenas 38% de negativas.

A pesquisa ainda mediu o nível de satisfação dos brasileiros com o trabalho individual de Bolsonaro. Neste quesito, 49% dos eleitores do País consideram Bolsonaro ‘ruim’ ou ‘péssimo’. Só 30% dos entrevistados disseram que ele é um ‘bom’ ou um ‘ótimo’ presidente. O perfil daqueles que avaliam negativamente o trabalho do ex-capitão é semelhante ao dos brasileiros que reprovam o atual governo.

O levantamento divulgado nesta sexta-feira também separou as indicações feitas por eleitores evangélicos e católicos. Entre os evangélicos, grupo que Bolsonaro intensificou a agenda no último mês, a aprovação é de 61% e a reprovação é de 33%. Os números são bem distantes dos que foram registrados no último levantamento divulgado, quando o governo recebeu 49% de indicações positivas e 46% de negativas.

Católicos, de acordo com a PoderData, seguem avaliando negativamente o atual governo. Ao todo, a gestão de Bolsonaro é reprovada por 63% dos entrevistados que se identificam como parte desse segmento. O volume era de 60% há duas semanas. Já a ponta de quem aprova a gestão reúne 34% nesta sexta. O grupo era de 36% no levantamento anterior.

A pesquisa divulgada nesta sexta foi contratada pelo site Poder360 em parceria com a TV Cultura. Os dados foram coletados a partir de 3.500 entrevistas realizadas entre os dias 31 de julho e 2 de agosto. A margem de erro geral do levantamento é de 2 pontos percentuais, com nível de confiança de 95%. No Tribunal Superior Eleitoral, o registro é o BR-08398/2022. Vale ressaltar que, para cada segmento há uma margem de erro específica exposta nas imagens.

No recorte eleitoral da pesquisa, divulgado na quinta-feira, Bolsonaro segue distante de Lula. O petista tem, segundo a PoderData, 43% das intenções de voto, ante 35% do ex-capitão. Em outros trechos divulgados, Bolsonaro foi reprovado por beneficiários do Auxílio Brasil, que também indicam maior preferência por Lula na hora de votar.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.