Política

PoderData: Bolsonaro perdeu 38% dos votos de 2018

Lula e Doria são os dois candidatos que mais herdam os votos perdidos pelo ex-capitão

EVARISTO SA / AFP
Apoie Siga-nos no

A nova rodada da pesquisa PoderData, divulgada nesta sexta-feira 29, indica que 38% dos eleitores que votaram em Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno em 2018 não pretendem repetir a escolha nas eleições de outubro deste ano.

Ainda de acordo com o levantamento, o ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) devem ser os dois maiores ‘herdeiros’ dos votos perdidos por Bolsonaro. Ao todo, o petista receberia 15% dos eleitores do ex-capitão em 2018 e o tucano 6%.

Os demais candidatos, segundo o levantamento, receberiam, no máximo, 3% dos arrependidos. Ciro Gomes (PDT), por exemplo, herdaria o teto, 3%, já Luciano Bivar (União Brasil) teria 2% neste segmento.

A pesquisa ainda monitorou a migração dos votos dados a Fernando Haddad (PT) no segundo turno daquele ano. Como era de se esperar, a maior parte, 76%, diz que votará em Lula. Outros 8% indicam que vão com Bolsonaro, 7% em Ciro, 6% em André Janones (Avante) e 1% em Leonardo Péricles (UP).

Brancos e nulos

Entre aqueles que dizem ter optado por votar em branco ou anular o voto no segundo turno de 2018, Lula também registra vantagem. Ao todo, o petista deve receber 51% dos votos deste segmento, de acordo com a PoderData desta sexta. Bolsonaro, por sua vez, receberia 21%.

Ciro Gomes e João Doria são os dois outros candidatos a pontuarem neste segmento. Segundo os resultados desta sexta, o pedetista conseguiria reunir 11% dos votos brancos ou nulos do segundo turno daquele ano e o tucano apenas 2%.

Para chegar aos resultados, a pesquisa entrevistou 3 mil pessoas entre os dias 24 e 26 de abril. A pesquisa tem margem de erro de 2 pontos percentuais e 95% de nível de confiança. No levantamento geral, Lula é apontado como favorito por 41%, ante 36% de Bolsonaro.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.