“Ouço qualquer ministro, até a Damares”, diz Bolsonaro

Em comentário sobre Previdência, o presidente disse que a ministra

“Ouço qualquer ministro, até a Damares”, diz Bolsonaro

Política

O presidente Jair Bolsonaro minimizou a atuação de Damares Alves à frente do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. Em transmissão ao vivo, nesta quinta-feira 21, disse que a ministra “tem importância não muito grande” no governo.

Bolsonaro e Damares (Foto: ABr)

O presidente comentava a proposta de Previdência para os militares. “Quero deixar bem claro que qualquer decisão minha eu ouço qualquer ministro da área. Não tomo sozinho, até porque eu posso errar. Eu tenho que ter responsabilidade”, disse. E usou a interlocução com a ministra como exemplo. “Até com a Damares, que é uma ministra com importância não muito grande, mas tem importância.”

E completou: “a Damares é uma ministra que trata da questão da família, direitos humanos, eu conto com ela e está fazendo um trabalho excepcional no seu ministério.”

Há duas semanas, em homenagem ao Dia da Mulher, Bolsonaro disse que a paridade de gênero em seu ministério — 20 homens e duas mulheres — estava equilibrada porque Damares e Teresa Cristina valeriam por dez ministros cada uma. “A garra dessas duas transmite energia para os demais”, disse.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem