Política

O desempenho de Lula em disputas eleitorais contra Michelle e Tarcísio, segundo o Paraná Pesquisas

A ex-primeira-dama e o atual governador de São Paulo são os mais cotados na direita após inelegibilidade de Jair Bolsonaro

Apoie Siga-nos no

Um levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas monitorou as intenções de voto para a disputa pela Presidência da República em 2026. Os resultados foram divulgados nesta sexta-feira 24.  

Os principais cenários medem o desempenho dos postulantes da direita ao cargo após a inelegibilidade de Jair Bolsonaro (PL), decretada pelo Tribunal Superior Eleitoral. Os citados são Michelle Bolsonaro (PL), ex-primeira-dama, e Tarcísio de Freitas (Republicanos), atual governador de São Paulo.

Em um cenário estimulado entre o atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Michelle Bolsonaro (PL), o petista aparece à frente com 36,6% das intenções de voto, contra 33% da ex-primeira-dama.

Nessa disputa, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) aparece em terceiro lugar (10,1%), seguido do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (3,8%) e de Helder Barbalho (MDB), governador do Pará (1,4%).

O petista, nesse caso, é o preferido entre eleitores do Nordeste e do Sudeste, enquanto Michelle é mais aprovada por eleitores do Norte + Centro-Oeste e Sul.

Já no cenário em que Tarcísio de Freitas é o indicado da direita, Lula venceria com 36,9% das intenções de voto, ante 25,6 pontos percentuais marcados pelo governador de SP.

Nessa situação, os demais candidatos manteriam desempenho semelhante ao primeiro monitoramento, considerando a margem de erro.

Lula seria, aqui, o favorito em todas as regiões, menos no Norte + Centro Oeste, onde ficaria empatado na margem de erro com Tarcísio.

A pesquisa, vale dizer, ainda considerou um terceiro cenário de disputa, que traz uma eventual candidatura do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). O ex-capitão, importante frisar, está inelegível e as opções para que ele consiga participar da disputa são mínimas. Por ora, por ordem do TSE, ele não está autorizado a disputar qualquer cargo em 2026.

Caso fosse permitida a sua participação, o Paraná Pesquisas indica que o ex-capitão teria 38,8% das intenções de voto, ante 36% de Lula. Ciro Gomes é o terceiro colocado com 8,4.

Por fim, o instituto também divulgou os dados da pesquisa espontânea, quando não são apresentadas opções aos eleitores. Lula tem, neste caso, 19,9% das menções e Bolsonaro 16,1%. Tarcísio é quem aparece como próximo da lista, mas com distância significativa dos dois primeiros colocados. O governador, espontaneamente, é citado por apenas 1% dos eleitores.

Dos entrevistados nesse cenário, 52,2% não sabe ou não respondeu em quem votaria em 2026. 

A pesquisa

O levantamento do instituto fez 2.020 entrevistas em 26 Estados e Distrito Federal e em 160 municípios brasileiros. Os dados foram coletados entre os dias 27 de abril e 1º de maio. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo