CartaExpressa

No Dia Internacional da Mulher, Assembleia Legislativa de SC vai receber ‘congresso antifeminista’

Segundo a Alesc, agendar eventos é uma prerrogativa de cada parlamentar

Deputada estadual de Santa Catarina, Ana Caroline Campagnolo (PSL) - Reprodução Facebook
Apoie Siga-nos no

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina vai receber o 1º Congresso Antifeminista nesta sexta-feira 8, Dia Internacional da Mulher.

O evento é encabeçado pela deputada estadual bolsonarista Ana Campagnolo (PL). Segundo a agenda da Alesc, o congresso deve acontecer no Auditório Deputada Antonieta de Barros, uma das primeiras mulheres eleitas no Brasil.

Além da própria deputada, o evento deve receber convidadas que defendem pautas conservadoras, como Pietra Bertolazzi, condenada a pagar 30 mil reais por ofensas à primeira-dama Janja.

Segundo a Alesc, agendar eventos é uma prerrogativa de cada parlamentar e que apenas cede o espaço conforme a demanda. Segundo a Casa Legislativa, essas agendas fazem parte do exercício do mandato parlamentar.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo