Manifestantes pedem “desabafa, Queiroz” em ato contra Bolsonaro

Alguns apoiadores do presidente Jair Bolsonaro pediram intervenção militar e criticaram o STF

Foto: George Marques

Foto: George Marques

Política

Manifestantes contrários ao presidente Jair Bolsonaro realizaram neste domingo 21 em Brasília mais um ato a favor da democracia e contra o racismo. Além de movimentos sociais, líderes de torcidas de times de futebol participaram do protesto.

O grupo ocupou o lado esquerdo da Esplanada dos Ministérios já que, no mesmo momento, apoiadores do presidente também manifestavam. A Polícia Militar do Distrito Federal faz um cordão de isolamento para evitar confrontos.

Cartazes contra o racismo e pedindo “desabafa, Queiroz” foram exibidos pelo grupo contrário a Bolsonaro. Em sua maioria, os participantes vestiam roupas pretas e usavam máscara de proteção.

Desta vez, o presidente não compareceu ao ato em sua defesa. Ele viajou no início da manhã para o Rio de Janeiro para agenda pessoal na Brigada de Infantaria Paraquedista, segundo a assessoria de imprensa.

Na manifestação, alguns dos seus apoiadores pediram intervenção militar e criticaram o Supremo Tribunal Federal (STF).

Os protestos terminaram por volta das 12h50.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem