Lula: “Lava Jato foi criada para entregar o nosso petróleo aos EUA”

O ex-presidente concedeu entrevista ao jornalista Bob Fernandes e contou quais serão seus próximos planos

Lula: “Lava Jato foi criada para entregar o nosso petróleo aos EUA”

Política

O ex-presidente Lula, preso em Curitiba pela Operação Lava jato, concedeu, nesta sexta-feira 16, uma entrevista ao jornalista Bob Fernandes, que foi exibida pela TV Educação da Bahia. Ao comentar sobre os recentes episódios da operação Lava Jato, o petista acredita que a intenção da operação é entregar o petróleo do Brasil aos EUA.  “Criaram a Lava Jato para entregar o nosso petróleo, é uma vergonha”, enfatizou o político.

Essa é a primeira vez que uma televisão pública entrevista o ex-presidente, que comentou sobre a atuação de Moro, Dallagnol e Bolsonaro. Para Lula, o país passa por uma destruição de caráter. ” O que mede a qualidade de uma nação não é o tamanho do território, mas sim  a qualidade de vida das pessoas.  Enquanto isso, o presidente fica fazendo palhaçada o tempo inteiro, isso é inaceitável”, analisou o petista.

 

Quando questionado pelo jornalista sobre progressão de pena por idade, leituras e bom comportamento, algo que Lula já tem direito, ele afirmou que não irá solicitar.  “Não vou pedir, porque quero minha inocência. Quero sair daqui 100% inocentado”, disse.

O petista informou que quando sair vai se casar novamente, pois está apaixonado. Havia rumores de que Lula já tinha uma nova namorada, mas o boato foi confirmado pelo ex-presidente.

Transferência para um presidio comum

Outro ponto que o Petista comentou foi sobre a decisão da juizá Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba. Na última semana, a magistrada decidiu transferir Lula para um presídio comum no estado de São Paulo. Depois o Departamento Estadual de Execuções Criminais do Estado de São Paulo decidiu que o ex-presidente seria levado para a Penitenciária II de Tremembé, no interior paulista,

No mesmo dia a decisão foi derrubada pelo STF.

“A juíza foi irresponsável na decisão. Era a necessidade de se ver livre do lula antes que ele possa sair daqui. Eu não quero ser tratado melhor do que ninguém. Eu quero sair daqui com  a mesma cabeça erguida que eu entrei”, argumentou o ex-presidente.

Assista a entrevista completa:

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Post Tags
Compartilhar postagem