Política

Lula ainda vai anunciar o nome de 16 ministros; veja os ministérios que faltam

Até o momento, Lula já tem 21 ministros definidos, como Silvio Almeida, nos Direitos Humanos; Cida Gonçalves, no Ministério das Mulheres; e Anielle Franco no de Igualdade Racial

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Foto: Carl de Souza/AFP
Apoie Siga-nos no

O presidente eleito Lula (PT) ainda tem 16 ministros para anunciar em seu governo, compondo as 37 pastas ministeriais que comporão a gestão petista. O anúncio dos nomes deve acontecer na próxima semana.

Ainda não foram anunciados os ministros das seguintes pastas:

  • Ministério dos Povos Indígenas
  • Ministério da Previdência Social
  • Ministério do Esporte
  • Ministério das Cidades
  • Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional
  • Ministério do Meio Ambiente
  • Ministério dos Transportes
  • Ministério de Minas e Energia
  • Ministério das Comunicações
  • Ministério do Turismo
  • Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
  • Ministério da Pesca e Aquicultura
  • Secretaria de Comunicação Social
  • Gabinete de Segurança Institucional
  • Ministério do Planejamento e Orçamento

Lula disse que passará o Natal em São Paulo e que na segunda-feira 26 retorna a Brasília para concluir a montagem do governo eleito. Há expectativas em torno do nome da senadora Simone Tebet (MDB-MS), que apoiou o petista durante sua campanha eleitoral. Aliados da parlamentar avaliam que Tebet deve ficar à frente de um ministério, dado o peso de seu apoio a Lula. A então candidata ficou em terceiro lugar nas eleições.

O nome de Tebet foi cotado para o Ministério do Desenvolvimento Social, que, por fim, vai ser liderado pelo senador eleito Wellington Dias (PT-PI). A pasta tem entre seus programas o Bolsa Família.

Segundo informações da colunista do g1 Ana Flor, o governo eleito ofereceu a Simone Tebet o comando do Ministério do Meio Ambiente, mas a emedebista recusou o convite por não querer disputar o cargo com uma mulher, já que a ex-ministra Marina Silva (Rede-SP), eleita deputada em 2022, está cotada para voltar à pasta que chefiou nos governos Lula. O nome de Tebet também foi ventilado para o Ministério da Agricultura.

Até o momento, Lula já anunciou o nome de 21 ministros. Veja a lista completa:

  • Fernando Haddad (Fazenda);
  • José Múcio Monteiro (Defesa);
  • Mauro Vieira (Relações Exteriores);
  • Rui Costa (Casa Civil);
  • Flávio Dino (Justiça);
  • Alexandre Padilha (Relações Institucionais);
  • Márcio Macedo (Secretaria-Geral);
  • Jorge Messias (Advocacia-Geral da União);
  • Nísia Trindade (Saúde);
  • Camilo Santana (Educação);
  • Esther Dweck (Gestão);
  • Márcio França (Portos e Aeroportos);
  • Luciana Santos (Ciência e Tecnologia);
  • Cida Gonçalves (Mulheres);
  • Wellington Dias (Desenvolvimento Social);
  • Margareth Menezes (Cultura);
  • Luiz Marinho (Trabalho);
  • Anielle Franco (Igualdade Racial);
  • Silvio Almeida (Direitos Humanos);
  • Geraldo Alckmin (Indústria e Comércio);
  • Vinícius Carvalho (Controladoria-Geral da União).

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo