Política

Leite anuncia criação de comitê sobre mudanças climáticas no Rio Grande do Sul

O Comitê Científico de Adaptação e Resiliência Climática terá o apoio de acadêmicos e especialistas, segundo o governador

Foto: Mauricio Tonetto / Secom / GOVRS
Apoie Siga-nos no

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), anunciou nesta sexta-feira 17 a criação de um comitê de mudanças climáticas e a inauguração de uma sede provisória para a gestão estadual.

Segundo o tucano, o Comitê Científico de Adaptação e Resiliência Climática contará com o apoio de acadêmicos e especialistas e deverá nortear as ações do estado, com foco na reconstrução do território gaúcho.

“Vamos precisar de muito apoio técnico, científico, para extrair dessas opiniões e visões o rumo que vamos adotar para o Rio Grande do Sul”, disse Leite. “Não pode ser o que o governador ou o núcleo do governo simplesmente simpatiza ou concorda, mas para que a gente consiga trabalhar de maneira especializada.”

Leite também confirmou a criação de um centro administrativo de contingência, um espaço de trabalho para os servidores e as secretarias de governo, enquanto não ocorre a recuperação do Centro Administrativo Fernando Ferrari, impactado pelas enchentes.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo