Política

Infraestrutura

Leilão do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, em Natal, ocorrerá em julho

por Agência Brasil publicado 07/05/2011 12h25, última modificação 08/05/2011 12h26
Anac estima que vencedor invista 650 milhões de reais na construção dos terminais e na operação do primeiro aeroporto privado do País. Da Agência Brasil

Daniella Jinkings, da Agência Brasil

O leilão de concessão do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, que vai atender a cidade de Natal, ocorrerá em julho. A empresa vencedora terá três anos para construir terminais e 25 anos para exploração. O aeroporto da região metropolitana de Natal será o primeiro privado do país.

O edital foi aprovado nesta sexta-feira 6 em reunião de diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O leilão ocorerrá no prazo de 60 dias a partir da publicação do edital, prevista para a próxima semana. De acordo com a Anac, o lance mínimo, será de R$ 51,7 milhões.

As empresas de aviação poderão participar do leilão, com limite de 10% do capital com direito a voto. A Anac estima que o consórcio vencedor do leilão invista R$ 650 milhões na construção dos terminais e na operação do aeroporto. O governo deve investir aproximadamente R$ 250 milhões na construção de pátio e pistas.

Uma das exigências que constam do edital é de que 95% dos embarques e desembarques de passageiros de voos internacionais sejam feitos em fingers (rampas de embarque). Segundo a Anac, a previsão de movimento no aeroporto é 3 milhões, em 2014; 4,7 milhões, em 2020; 7,9 milhões, em 2030.

registrado em: Política