Itamaraty censura exibição de filme sobre Chico Buarque no Uruguai

A obra seria exibida no 'Brazil Film Festival 2019', que acontece em outubro e, entre outros, é patrocinado pela Embaixada do Brasil no país

Itamaraty censura exibição de filme sobre Chico Buarque no Uruguai

Mundo,Política

A embaixada brasileira em Montevidéu, no Uruguai, censurou a exibição de um filme sobre a vida e obra do cantor Chico Buarque naquele país. A obra seria exibida no “Brazil Film Festival 2019”, que acontece em outubro e, entre outros, é patrocinado pela Embaixada do Brasil no país.

As informações foram divulgadas pelo colunista do jornal O Globo, Ancelmo Gois. A JMB Producciones do Uruguai comunicou ao diretor Miguel Faria Junior sobre a decisão da Embaixada de censurar o filme. Em uma carta, a produtora do filme contou que recebeu uma mensagem do expositor dizendo que foram chamados na embaixada para pedir que tirassem da programação a obra sobre o artista.

“Embora seja lógico devido à situação política no Brasil, no Uruguai é muito sério que a exibição de um filme seja censurada, pois neste caso a JMB Filmes de Uruguay é a distribuidora e esse ato afeta nossos interesses”, diz o comunicado.

As embaixadas brasileiras pelo mundo vêm sofrendo interferência política do presidente Jair Bolsonaro. Em abril deste ano, no começo do mandato, o presidente trocou 15 embaixadores em postos-chave para melhorar sua imagem. Além disso, o pesselista afirmou, na época, que era função dos embaixadores defenderem sua imagem perante os outros governos.

Procurada, a embaixada brasileira em Montevidéu não se manifestou até a publicação dessa reportagem.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem