Isa Penna exige sessão para analisar conduta de Fernando Cury

No domingo, o Cidadania recomendou à executiva nacional a expulsão do deputado que assediou Penna

Deputada estadual Isa Penna (Foto: Bruna Sampaio/Alesp)

Deputada estadual Isa Penna (Foto: Bruna Sampaio/Alesp)

Política

A deputada estadual Isa Penna (PSOL) apresentou na semana passada um requerimento em que solicita a convocação de uma sessão extraordinária na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), ainda neste mês, para analisar o caso de assédio envolvendo o deputado Fernando Cury (Cidadania).

Em dezembro do ano passado, durante uma sessão, Cury foi flagrado colocando a mão na lateral dos seios da parlamentar.

Neste domingo, 10, o Conselho de Ética do Cidadania emitiu um relatório em que recomenda a expulsão de Cury do partido. A decisão final cabe ao diretório nacional do partido.

 

 

Em dezembro, a Procuradoria da Alesp afirmou que o Conselho de Ética só poderia se reunir durante o recesso se a maioria absoluta dos deputados da Casa (48) e o presidente Cauê Macris (PSDB) entendessem que o julgamento é “urgente” e de “interesse público”.

Até agora, Isa tem o apoio de 18 deputados para antecipar a análise do caso. Entre os que concordaram estão Janaína Paschoal (PSL), Leci Brandão (PCdoB), Delegada Graciela (PL) e Major Mecca (PSL). Além dos 18 deputados, devem assinar a requisição toda a bancada do PT – composta por dez parlamentares.

Procurado nesta segunda, 11, Cury afirmou que não iria comentar.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem