Governo Bolsonaro pagou R$ 193 milhões antecipadamente à empresa e não comprovou o recebimento de máscaras

Apontamentos são de auditoria da CGU; Intermediária diz que entregou material