Política

Exames de Bolsonaro entregues ao STF deram negativo para a covid-19

Presidente já havia dito que seus testes não detectaram contaminação, mas se recusava a comprovar

O presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
O presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Deram negativo os três exames do presidente Jair Bolsonaro que foram entregues ao Supremo Tribunal Federal (STF) pela Advocacia-Geral da União (AGU). Antes disso, Bolsonaro negava que havia contraído a doença, mas se recusava a apresentar os testes.

A AGU disponibilizou os documentos após o jornal O Estado de S. Paulo mover uma ação judicial. O veículo foi vitorioso em duas decisões, uma na Justiça Federal de São Paulo e outra no Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3).

Contudo, o governo recorreu no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e obteve parecer favorável à decisão de não divulgar os exames. O caso foi parar nas mãos do ministro Ricardo Lewandowski, do STF, que obrigou a apresentação dos testes.

Em sua rede social, Bolsonaro comemorou com a publicação da bandeira do Brasil.

 

Em exame realizado no dia 12 de março, Bolsonaro foi identificado com o codinome “Airton Guedes”, segundo documento disponibilizado pelo jornal O Estado de S. Paulo. O RG e o CPF que constam no documento são do próprio presidente da República. No campo “Resultado”, o teste registra o diagnóstico como “não detectado”. No dia seguinte, o chefe do Palácio do Planalto declarou que não foi contaminado e fez gesto de “banana” para a imprensa.

Exame disponibilizado pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Em exame realizado em 17 de março, Bolsonaro é identificado com outro codinome: “Rafael Augusto Alves da Costa Ferraz”. Novamente, o RG e o CPF que constam no documento são do próprio presidente da República. Mais uma vez, o ex-capitão disse que não pegou o vírus, mas declarou que poderia se submeter a um novo exame por ter “contato com muita gente”.

“Talvez, eu tenha sido infectado lá atrás e nem fiquei sabendo. Talvez. E estou com anticorpo”, disse Bolsonaro, em frente ao Palácio da Alvorada.

Exame disponibilizado pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Outro exame, realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), também atesta “negativo” para detecção do coronavírus. Neste documento, o RG e o CPF de Bolsonaro não aparecem. O presidente é identificado como “Paciente 05”.

Exame disponibilizado pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!