Política

‘Estamos abertos a todo diálogo’, diz deputado do PT sobre Lula dividir palanque com Zema em MG

Em entrevista a CartaCapital, Patrus Ananias afirmou que Zema tem diferenças com Bolsonaro e que o PT segue na tentativa de uma aliança com Kalil

O deputado federal Patrus Ananias (PT-MG). Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados
O deputado federal Patrus Ananias (PT-MG). Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados
Apoie Siga-nos no

O deputado federal Patrus Ananias (PT-MG) afirmou que o seu partido está “aberto a todos os diálogos” em relação à possibilidade de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) dividir o palanque com Romeu Zema (Novo), governador e pré-candidato à reeleição.

A declaração ocorreu nesta sexta-feira 13 em entrevista ao programa Direto da Redação, no canal de CartaCapital no YouTube. Questionado se via alguma possibilidade de que Lula esteja no palanque de Zema ou de que haja uma aliança informal, o parlamentar disse que a prioridade do seu partido é eleger o ex-presidente e, consequentemente, derrotar Jair Bolsonaro (PL).

“Para nós alcançarmos esse objetivo maior, recolocarmos o Brasil no caminho da paz, do desenvolvimento com justiça social, nós estamos abertos, sim, a todos os diálogos. É claro que eu considero importante que os diálogos sejam feitos dentro de certos princípios, valores e programas”, afirmou.

Questionado na sequência se não descarta a possibilidade de aliança, Ananias disse ter “críticas profundas” a Zema e chamou a gestão de “desgoverno”. Porém, afirmou ver uma distinção entre o governador do Novo e o presidente.

“A única diferença é que, nos discursos do Zema, dentro do seu neoliberalismo, ele não incorpora o discurso do ódio, da violência presente no discurso do Bolsonaro e de seus seguidores mais próximos.”

Lula acaba de completar em Minas Gerais a sua primeira semana de pré-campanha à Presidência. A ida do petista ao estado gerou expectativas sobre avanços no acordo entre o PT e a chapa do ex-prefeito Alexandre Kalil (PSD) ao governo. Conforme mostrou CartaCapital, no entanto, as conversas têm desandado.

Apesar de Kalil querer uma aliança formal com Lula, o embate estaria na intenção do PSD de lançar um candidato ao Senado, Alexandre Silveira, enquanto o PT gostaria de emplacar o deputado Reginaldo Lopes.

“A questão é mais do outro lado do que nossa”, disse Ananias ao programa. “Eles querem ter a chapa completa e estão dificultando a possibilidade de que Reginaldo Lopes seja pré-candidato, ainda que independente. Estão querendo fechar tudo. Queremos essa aliança, mas que considere o conjunto da chapa.”

Confira a entrevista na íntegra a seguir.

Victor Ohana

Victor Ohana
Repórter do site de CartaCapital

Alisson Matos

Alisson Matos
Editor do site de CartaCapital. Twitter: Alisson_Matos

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.